Sempre um passo a frente: como antecipar erros na minha loja virtual?

Imagine passar horas buscando um produto na internet, comparando preços e reputações e, quando finalmente você decide, o site trava bem na hora de finalizar o pedido. Na verdade, é bem provável que isso já tenha acontecido com você. Mas e se estivéssemos falando de um cliente da sua loja? Você consegue antecipar problemas no e-commerce da sua empresa?

À primeira vista, pode parecer inviável. É comum que servidores apresentem instabilidades, além das falhas de redirecionamento e layouts pesados. Mas, sim, é possível — e necessário! — antecipar-se.

De nada adianta investir somente em estratégias de marketing. Para vender mais na internet, é preciso contar com uma estrutura que suporte o crescimento. Continue a leitura e descubra como prevenir falhas na sua loja virtual.

Como antecipar problemas no e-commerce pode ser parte do planejamento?

Na situação descrita no primeiro parágrafo, como você imagina a reação do consumidor? Se o seu produto for de muito valor para ele, talvez ele até insista na compra. Porém, mesmo que consiga realizá-la após algumas tentativas, a reputação da sua loja já estará comprometida.

A primeira consequência é um aumento do abandono do carrinho, prejudicando a taxa de conversão. Problemas de navegação e usabilidade dificultam a experiência do cliente, e experiências ruins são um dos principais motivos que impedem a fidelização.

Ou seja: deixar de antecipar erros no e-commerce significa perder dinheiro.

Por isso, não basta colocar o site no ar. Ao fazer o planejamento da sua loja virtual, é fundamental incluir, além da manutenção e do suporte, testes e ferramentas de monitoramento.

Como testar uma loja virtual?

Testar o desempenho do site e acompanhar as principais métricas de performance constituem rotina na gestão dos e-commerces de sucesso.

Existem vários aspectos a serem avaliados e diversos métodos para checar uma loja virtual. Os principais pontos de atenção são a performance, a usabilidade e a compatibilidade. Confira!

Testes de usabilidade

São a forma mais comum de verificar a funcionalidade da interface. Sua principal vantagem é envolver os usuários, que são convidados a testar o site: suas dificuldades são analisadas pelos desenvolvedores para tornar o produto mais fácil de usar.

Testes A/B

O teste A/B visa a descobrir as alterações na estrutura e na paginação do e-commerce, que melhoram o número de conversões. O desempenho do site é comparado a partir de duas versões diferentes apresentadas ao visitante.

Bots

Manter uma equipe dedicada a checar todos os produtos, páginas e funções da loja virtual pode ser inviável. Mas a tecnologia para viabilizar esse processo já existe: os “robôs” que fazem verificações automáticas. São ferramentas que geram relatórios sobre o desempenho do site e avisam quando ele apresenta problemas.

Análise de SEO

A otimização de SEO serve para que o seu e-commerce seja encontrado pelas ferramentas de busca na web. A avaliação desse aspecto inclui a análise de palavras-chaves e a verificação do ranqueamento do site e dos links externos.

Quais são os 4 erros que não podem acontecer em um e-commerce?

Os erros mais recorrentes de uma loja virtual podem ser verificados de forma constante. Assim, URLs com defeito podem ser redirecionadas, e as demais falhas podem ser corrigidas na velocidade em que o consumidor atual exige.

A rapidez e as ações em tempo real são o diferencial que pode garantir que o cliente chegue até o final da sua jornada de compra.

Veja agora os erros que você precisa checar no seu e-commerce:

Navegação difícil

Em uma loja física, gostamos de ser bem recebidos e valorizamos ambientes organizados, nos quais seja fácil encontrar o que procuramos.

No universo on-line não é diferente. Um site difícil de navegar, com carregamento lento, imagens que não abrem e botões de call-to-action que não funcionam, é um convite para que o cliente procure outra empresa.

Manter uma boa navegabilidade não é um mero recurso extra, mas um dever de qualquer e-commerce, e faz o cliente sentir-se “confortável” na sua loja.

Problemas no checkout

Na ânsia de obter informações sobre o cliente, os longos formulários de cadastro tornaram-se um erro comum.

Porém, um checkout confuso, com muitas páginas até a conclusão, desestimula o cliente a continuar. O ideal é manter um cadastro breve, solicitando apenas os dados estritamente necessários.

Simplificando a venda, você terá a chance de criar um relacionamento de longo prazo com o cliente e, aí sim, ter melhores oportunidades para conhecê-lo.

Entre as maiores causas de abandono do carrinho ou estresse durante a compra, estão:

  • não localização do campo CEP, para calcular o frete;
  • dificuldade na alteração do endereço de entrega;
  • erros no cálculo do preço final depois de alterações no carrinho;
  • dificuldade na seleção ou alteração da forma de pagamento;
  • inconveniência para entender se a compra foi finalizada.

É importante ainda habilitar as opções de autopreenchimento e verificar se todas as etapas fluem com facilidade — melhor ainda será se todos os passos estiverem em apenas uma página, com todas as informações necessárias a uma só vista do cliente.

Site não responsivo

Talvez esse seja o ponto em que a maioria das empresas ainda pecam, mesmo que, segundo o Instituto Ipsos e a Paypal, o Brasil já seja campeão em compras por meio de tablets e smartphones, na frente de outros 22 países.

Ou seja, se o seu site não é responsivo, você está perdendo uma boa parte do mercado consumidor brasileiro on-line.

Oferecer uma experiência responsiva significa ter um site que funciona bem, tanto na tela do desktop quanto em dispositivos móveis. Além de aproveitar o crescimento do mercado móvel — que só este ano aumentou em 56,2% o seu faturamento —, ser mobile friendly também é um ponto importante para aparecer nos motores de busca do Google.

Falhas no atendimento

Ter um bom relacionamento com o cliente sempre será fundamental para qualquer venda de produtos ou serviços. Nas lojas virtuais, as opções mais comuns em atendimento são os chats e FAQs (perguntas frequentes).

Seja no contato direto com o consumidor, seja no autoatendimento, qualquer erro sistêmico pode acabar com a oportunidade de venda. Já que o comércio on-line não conta com a experiência face a face, o cliente precisa de ferramentas que funcionem perfeitamente para tirar suas dúvidas e ter mais informações.

Qualquer problema será um empecilho para levar o cliente até o final do funil de vendas. Isso também vale para o sistema de busca dentro do site: inclua filtros e sugestões, mas, principalmente, tenha uma ferramenta que entregue resultados precisos ao cliente.

Qual é a solução?

É possível prevenir esses erros com um bom planejamento e métodos adequados. Prefira ferramentas que não só identifiquem problemas, mas permitam ações imediatas.

A velha máxima “tempo é dinheiro” vale perfeitamente para o comércio eletrônico: cada hora fora do ar pode resultar em grandes perdas de receita.  Por isso, leve em conta também a relação custo-benefício ao escolher um sistema de testes.

Então, o que achou dessas dicas? Esperamos que o nosso artigo ajude na gestão da sua loja virtual. Se você ainda tem dúvidas sobre como antecipar problemas no e-commerce, entre em contato conosco e saiba mais sobre o assunto!

O post Sempre um passo a frente: como antecipar erros na minha loja virtual? apareceu primeiro em Blog Codeby.

Leave a comment

Please note, comments must be approved before they are published