Como recuperar receita no seu e-commerce em 8 passos

Como proprietário de uma loja virtual, você sabe que uma das maiores necessidades é encontrar uma maneira efetiva de recuperar receita no e-commerce, certo? Cada carrinho abandonado representa um negócio perdido. Mas, isso não significa que eles não possam ser recuperados.

Existem estratégias que podem ser adotadas por você para trazer o cliente de volta e concluir a compra, transformando grande parte dos carrinhos abandonados em negócios efetivados. Não sabia disso?

Pois confira a partir de agora os 8 passos principais para ter uma estratégia de recuperação de receitas simplificada e muito eficiente no seu e-commerce!

1. Salve todos os carrinhos de compra

É comum que, antes de finalizar uma compra, os clientes simulem a operação para descobrir as formas de pagamento disponíveis, taxas e prazos de entrega, descontos, cartões que recebe (bandeiras), valor final do pedido, etc.

O problema é que esses carrinhos desaparecem após o seu abandono em alguns sites e quando o cliente volta para concluir a compra precisa refazer todo o processo. Isso abre espaço para que ele repense a aquisição e se distraia com outras coisas.

Para evitar que isso aconteça no seu e-commerce, simule uma compra e verifique se o site salva os carrinhos. Caso não faça, mude isso o mais rápido possível. Assim, quando o cliente voltar, tudo estará exatamente como ele deixou, bastando apenas concluir o pedido. Essa conveniência deve reduzir o número de receitas perdidas.

2. Aumente a sensação de segurança

O Brasil é um dos países que mais se tem registros de fraudes e golpes em compras online. Isso deixa os consumidores sempre desconfiados na hora de entregar as informações pessoais, como endereços de entrega, dados do cartão de crédito etc. Esse é um dos maiores motivos que impedem o crescimento do setor e gera carrinhos abandonados.

No entanto, você pode fazer alguma coisa. Insira os selos de segurança que protegem o seu site nas páginas de compra, principalmente na página de pagamento, para que ao voltar, seja por meio de remarketing, seja por conta própria, o cliente sinta a segurança necessária para concluir o pedido.

3. Otimize o processo de checkout

Outra coisa que você pode fazer para recuperar receita no e-commerce é melhorar os processos de conclusão de compra. Na maioria dos sites, esse processo é longo, exigindo muitas ações e informações do cliente. Isso leva a muitas desistências e aumento do índice de carrinhos abandonados.

Você pode eliminar essa barreira da sua loja virtual adotando processos de compras baseados em um clique ou dois. Além disso, prefira formatos em que o cliente não precise fazer logins, tendo os seus dados pessoais e de cartão de crédito armazenados no site para acelerar ao máximo o processo de compra.

Dessa forma, quando o cliente retornar, encontrará maiores facilidades e se sentirá mais à vontade para finalizar o pedido.

4. Melhore a usabilidade do site

O uso de dispositivos móveis para acessar a internet, pesquisar produtos e fazer compras é cada vez maior e, nos próximos anos, deve superar os usuários em desktop (computador de mesa). Muitos atuantes do e-commerce ainda não se atentaram para isso, deixando os seus sites perderem a eficiência dos recursos em aparelhos móveis.

Isso quer dizer que, se o seu site não tiver um layout responsivo, não se adequará aos padrões dos dispositivos móveis, dificultando a navegação, gerando irritação aos usuários e abandono de carrinhos.

Então, prepare a sua loja virtual para ser ajustável a telas pequenas e ter um processo de compras adequado a esses dispositivos (smartphones e tablets), como usar botões maiores e adaptar a rolagem da página para uma navegação somente no sentido vertical.

5. Passe a fazer remarketing

O remarketing é uma incrível ferramenta oferecida pelas campanhas de Google AdWords e Facebook Ads para identificar os usuários que visitaram a sua página e foram embora sem comprar nada.

Mesmo que eles não tenham se registrado com um e-mail, por exemplo, eles passam a receber ofertas e oportunidades relacionadas à sua loja virtual em todos os sites e blogs pertencentes à rede de display do Google e Facebook que visitarem.

Esse método é extramente útil para a estratégia de recuperação de carrinhos abandonados e vale a pena o investimento.

6. Envie e-mails de lembretes

Sempre que você faz um cadastro em uma loja virtual, simula uma compra e abandona o carrinho, é comum que passe a receber e-mails lembrando sobre ele após um período. Todos nós já tivemos uma experiência assim e, de fato, funciona bem.

O ideal é que passe a usar essa estratégia também no seu site, já que ela é mais barata do que o remarketing, levando em consideração que a mensagem pode ser programada e enviada automaticamente pelos serviços de e-mail marketing que utiliza.

Programe mensagens amigáveis para serem enviadas automaticamente aos usuários que abandonam o carrinho de compra. Faça isso uma vez por dia e, se puder, ofereça um desconto para ter ainda mais sucesso na recuperação de receitas.

7. Elimine as distrações

Apresentar promoções e produtos similares aos que o cliente está pesquisando dentro do seu site é uma estratégia importante, mas, quanto mais o cliente se aproxima da página de pagamento, vá eliminando esses anúncios e links.

Digo isso porque, na fase final de conclusão da compra, não pode haver qualquer distração, botão ou link de fuga. Assim, você prende o cliente na página, mantém o foco dele e dá a conclusão do pedido como única forma de saída.

8. Corrija as falhas

E deixamos a dica mais importante para o final. Você sabia que a sua loja virtual pode ter inúmeros erros de códigos e falhas nos scripts das páginas capazes de impedir o cliente de finalizar a compra? A maioria dos proprietários de lojas virtuais não sabe disso e acaba expondo a marca e clientes aos riscos de terem páginas hackeadas e informações roubadas.

Mesmo que o caso não seja tão grave, o menor erro de funcionalidade das páginas pode passar uma imagem de site não profissional e, como consequência, reduzir a credibilidade dele perante o cliente. Isso pode despertar a desconfiança do consumidor e o abandono de carrinhos de compra.

Como o processo manual de identificação e correção de falhas é um trabalho gigantesco e propenso a erros, o ideal é que utilize um robô de verificação e identificação dos problemas de forma automatizada. Assim, você vai direto ao ponto, corrige rapidamente as falhas e mantém o site sempre funcionando corretamente.

Essas estratégias devem ajudar a trazer os clientes de volta e manter os novos mais focados na compra. Mas, lembre-se: para recuperar receita no e-commerce de verdade, utilize todas elas de maneira conjunta.

Gostou destas dicas? Então, siga a nossa página no Facebook agora mesmo para descobrir mais táticas para melhorar os resultados do seu e-commerce!

O post Como recuperar receita no seu e-commerce em 8 passos apareceu primeiro em Blog Codeby.

Leave a comment

Please note, comments must be approved before they are published