Como escolher um template para iniciar um e-commerce?

Ter uma loja online é uma ótima maneira de aumentar a receita do seu negócio afinal, o alcance da sua marca se torna maior, a conveniência ao consumidor passa a ser frequente e a expansão do negócio pode se tornar real em nível nacional e até internacional.

Para seu e-commerce ser um sucesso, é preciso se atentar em alguns detalhes técnicos que irão fazer a diferença no sucesso ou fracasso da sua operação.

Independente da plataforma que seu negócio utiliza, ter um site com design com foco na experiência do usuário, adaptável a qualquer tipo de dispositivo são quesitos importantes e obrigatórios para qualquer loja online.

Uma forma de garantir que estes quesitos estejam presente em sua loja, quando se está iniciando, é utilizar modelos de sites prontos, também conhecidos como Templates. E que garantem um alto nível ao seu site.

No artigo de hoje vamos dar algumas dicas de como escolher um template para iniciar o seu e-commerce de forma correta e profissional.

Como escolher um template

Adquirir um template para seu site é uma forma rápida de iniciar sua operação, já que a instalação é facilitada e reduz muito o tempo de desenvolvimento.

Outro benefício de modelos de site prontos é a qualidade da implementação, que já tem em vista as melhores práticas do segmento além, é claro da personalização e custo benefício que oferece ao seu negócio.

Ao comprar um template para seu comércio eletrônico, é necessário ter em vista alguns pontos essenciais para garantir que sua marca esteja entregando uma experiência completa aos seus usuários e clientes. Características como:

Design amigável 

Seu site é o primeiro contato que o cliente terá acesso antes mesmo de pensar em realizar uma compra, então é importante causar um impacto positivo desde o primeiro momento.

Levar em consideração um layout organizado e com informações bem dispostas permitindo que os cliente possa navegar com facilidade e encontrar os produtos que desejam em poucos cliques.

Quando não se leva o design de uma loja em consideração, as chances de os clientes se sentirem confusos e irem procurar outras opções para fazer negócio é grande. Fazendo com que seu site perca vendas e tenha um desempenho abaixo do esperado.

Também é importante que seu design seja personalizado e tenha a essência da sua marca em cada detalhe.

Site responsivo

Uma pesquisa realizada pela CETIC em 2018, aponta que 70% da população brasileira está conectado à rede de internet. Destes setenta por cento, cerca de 56% usa a rede exclusivamente por dispositivos móveis para fazer pesquisas e até mesmo realizar compras.

Este dado revela a importância de considerar conteúdos e Layouts específicos para dispositivos móveis, uma vez que as pessoas buscam, navegam e fazem compras através de seus aparelhos móveis.

Mas só estar presente no mobile, não é o suficiente para empresas que querem crescer seus negócios online, é preciso oferecer ao usuário uma experiência fluida e imediata, afinal de contas, todos estamos em busca de conveniência.

Ter um site que se adapte a diferentes tamanhos de tela, com carregamento rápido e sem erros é necessário para atrair e reter mais consumidores.

Foco na experiência do usuário

A experiência do usuário em seu site pode ser um fato decisivo entre o sucesso e o fracasso do seu negócio. Isso porque os consumidores preferem realizar compras em lojas virtuais fáceis de usar, que o produto desejado esteja a poucos cliques de distância e que não percam tempo com longos carregamentos.

Pensar em Call to action, a disposição das promoções, disponibilizar uma busca funcional ao site ou até mesmo criar formulários mais simples, já facilitam a experiência do usuário e pode aumentar a conversão do site tanto no desktop quanto no mobile.

Melhores práticas do E-commerce

No e-commerce, existem diversas práticas que são essenciais para uma loja online funcionar e ter sucesso, não são necessariamente obrigatórias mas é interessante seguir estas práticas para passar mais confiança e conveniência ao usuário. Aqui vão algumas dicas:

  • Seção de FAQ: Certifique-se de responder às dúvidas mais frequentes e incluí-las em uma página para consulta sempre que o cliente precisar.
  • Adicionar Live Chat: Dar a opção do cliente tirar dúvidas mais urgentes através de chat, é uma forma de ajudar imediatamente o cliente a tomar decisão de compra.
  • Categoria de produtos: Grande parte dos usuários procuram produtos nas categorias que lhe interessam. Agrupe seus produtos em seções que facilitem a compra.
  • Barra de busca: Facilite a pesquisa do cliente, disponibilizando um campo de busca em seu site.
  • Histórico de Navegação: É possível criar uma experiência personalizada, baseado em informações do histórico de navegação do seu cliente. Como indicar produtos que ele já demonstrou interesse, indicar produtos semelhantes ou que complementam a compra.
  • Imagens de qualidade: Certifique-se que cada produto esteja acompanhado por uma foto ou mais fotos em boa qualidade e que mostra detalhes importantes. Além disso, é importante dar atenção a qualidade dos banners da sua loja.
  • CAT’s: Insira chamadas para ação, para que seu cliente saiba o que deve fazer a seguir. 
  • Reviews de clientes: Deixe disponível em seu site review de clientes que já compraram e usaram seus produtos. Pode ser feito através de comentários, avaliações ou indicações. É importante para passar credibilidade no momento de decisão de compra de outros clientes.
  • Políticas claras: Descreva claramente as políticas que sua empresa segue. Políticas de envio e devolução, de troca, suporte ao cliente. Deixe seu cliente saber como você trabalha.

Características de cada nicho

Você já deve ter reparado que os e-commerce seguem um padrão de informações e funções que precisam ter em uma loja, quem está entrando agora no comércio digital, pode acabar deixando passar em branco.

Funções como Carrinho de compras, lista de desejo, cálculo de frete, busca no site, acesso a conta, prateleira de produtos e categorias são básicas e padrão em qualquer loja online.

O que diferencia cada nicho é a forma que estas informações são postas no site. Por exemplo, em marketplaces é comum que o usuário já tenha acesso à categorias mais visitadas e produtos na promoção. Em mercados é comum o cliente ter acesso direto à prateleira de produtos e em nichos como moda, o usuário tem acesso a uma vitrine de fotos, banners e sugestões para instigar a compra por impulso.

Essas diferenças no layout e disposição do site, foram testadas e desenvolvidas com as melhores práticas para a estratégia de cada segmento, tendo em vista não só a jornada de compra mas o nível de necessidade do consumidor. 


Já deu para perceber que não é fácil executar um site de comércio eletrônico, muitos pontos de execução são importantes para o sucesso ou o fracasso do seu negócio online. No entanto, se você optar por Templates para e-commerce e seguir as dicas que deixamos neste post, é certeza que seu negócio irá começar com o pé direito.

E se você está pensando em adquirir Templates para seu e-commerce, entre em contato conosco. Temos diversas opções em componentes e nos comprometemos ao máximo com seu projeto, alinhando as expectativas e necessidades do seu negócio.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários e vamos conversar.

Leave a comment

Please note, comments must be approved before they are published