Abandono do carrinho: as 5 principais causas em e-commerces

Os proprietários e gerentes de e-commerces precisam analisar diversos dados constantemente para melhorar seus resultados, e um dos maiores problemas normalmente identificados é o abandono do carrinho. Quando a taxa é muito alta, é impossível não se frustrar. Afinal, qual é o principal motivo para o consumidor desistir da compra no meio do caminho?

Na verdade, não há um fator principal, pode ser um simples detalhe que faz toda a diferença ou a combinação deles. Por isso, decidimos reunir neste artigo as principais causas de abandono de carrinho em e-commerces e como você pode contorná-las. Continue lendo e confira!

1. Cadastros longos

Pedir dados pessoais em excesso é uma má ideia se você deseja que o consumidor siga em frente e não abandone o carrinho. Ter informações detalhadas dos usuários pode até ser bom para que você envie ofertas personalizadas, mas de nada adianta bater nessa tecla se a sua taxa de conversão for baixa.

Portanto, peça só o que for realmente necessário no primeiro momento. Você não passará uma boa impressão aos usuários fazendo um enorme questionamento, muito pelo contrário.

2. Fretes caros

Outro fator que assusta muitos consumidores durante o processo de compra é o valor do frete. Um dos maiores atrativos do comércio eletrônico é justamente o preço dos produtos. Então, se antes de finalizar o pedido, o usuário percebe que o valor está muito acima do esperado, ele não pensa duas vezes antes de fechar a janela e procurar alternativas.

Sendo assim, é fundamental escolher bem uma transportadora parceira e verificar se não é viável utilizar os Correios para diminuir o preço do frete. Considere também a opção de oferecer frete grátis para as compras acima de um determinado valor. Isso pode estimular os consumidores a comprarem mais de um produto.  

3. Site com péssima usabilidade

Você provavelmente já entrou em um site para executar uma ação, mas achou tudo muito confuso e acabou fechando a página. Isso pode estar acontecendo com seus possíveis clientes e você nem se deu conta.

A experiência do usuário na hora da compra é fundamental para que ele saia satisfeito e se torne um cliente fiel. Para isso, uma boa ideia é utilizar uma ferramenta de mapa de calor e verificar as áreas do site que recebem mais atenção. Assim, você pode posicionar os elementos principais — como o botão de finalizar a compra — no local apropriado.  

4. Poucos canais de atendimento

Não é apenas os estabelecimentos físicos que devem se preocupar com a qualidade do atendimento. Os consumidores querem ter suas dúvidas sanadas na hora, sem ter que esperar a resposta por e-mail ou fazer uma ligação.

Uma dica é implementar um chat on-line em seu site. Dessa forma, o usuário pode ser atendido na mesma página em que está realizando a compra. Caso seu e-commerce tenha um grande fluxo e/ou você queira economizar com atendentes, vale a pena apostar em um chatbot.

5. Falta de uma estratégia de marketing

Nem sempre a culpa do abandono do carrinho está relaciona à plataforma de e-commerce. Às vezes, o usuário ainda não está preparado para finalizar a compra e precisa passar por algumas etapas — é o que chamamos de “jornada do consumidor”.

Sendo assim, é importante que você desenvolva algumas ações para incentivar os usuários a se tornarem clientes, como exibir depoimentos de compradores satisfeitos e fazer remarketing. Esta última estratégia consiste em exibir anúncios do seu produto para o consumidor que não finalizou a compra. Desse modo, você não será esquecido quando chegar o momento certo.

Para descobrir qual é o motivo principal da alta taxa de abandono de carrinho em seu e-commerce, é essencial monitorar as ações dos usuários constantemente. Portanto, utilize quantas ferramentas forem necessárias para essa análise. Pode ser que a solução seja mais simples do que você imagina.

Quer ficar atualizado dos nossos conteúdos e melhorar seus resultados? Siga-nos no Facebook!

O post Abandono do carrinho: as 5 principais causas em e-commerces apareceu primeiro em Blog Codeby.

Leave a comment

Please note, comments must be approved before they are published